Ai de mim se não pregar o evangelho.

Por conta de um “cacoete” do pensamento humano, o nosso coração, muitas vezes, é tentado pela idéia de que a vida cristã é uma vida de alternativas. É como se estivéssemos diante de várias escolhas, vários caminhos, e que qualquer um deles poderia nos levar à plenitude do que Deus estabeleceu para nós. Isso é um engano! A vida cristã é uma vida de possibilidades e de condições, mas com uma só direção. Quando Deus nos desafia nesta determinada direção, Ele estabelece um alvo. Algo totalmente possível, pois Ele nos dá, ao mesmo tempo, os critérios e as condições para que isso seja assim. Ele não só revela o alvo a ser alcançado, gerando em nós o querer alcançá-lo, como nos dá, também, as condições de alcançá-lo. Enquanto nos enchemos com a Sua Palavra, pelo Seu Espírito Santo, Ele vai revelando a nós os segredos do Seu coração, ocultos em Cristo. De modo que, nossos olhos vão sendo abertos. Assim, na medida em que seguimos o Caminho que Ele mesmo aponta para nós, em plena submissão à Sua vontade, Seus desígnios eternos vão se cumprindo em nós e através de nós. Tanto Davi, quanto Paulo, compreenderam a singularidade e a supremacia da vontade e do propósito de Deus em suas vidas. No Salmo 139, Davi suplica a Deus para que examine os vários caminhos que ele tem no coração, pois ele não quer seguí-los, mas quer ser guiado por um caminho único, o caminho eterno. Já o apóstolo Paulo, na carta aos Filipenses, diz que seu compromisso é atingir o alvo, e não “um alvo”. Sua perspectiva de caminhada não considera qualquer alternativa diferente da que Deus havia estabelecido, que ele chama de vocação soberana. É segundo esse entendimento que o mesmo Paulo escreve a Timóteo: “Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina”. (II Timóteo 4) Sua palavra não tem o teor de um convite que pode ser aceito ou não, dependendo do interesse ou da motivação do convidado. Pelo contrário, se trata de uma intimação, de uma direção a ser seguida. Não fosse a relação íntima e profunda que desfrutavam, e a consciência segura que Paulo tinha de seu papel na vida daquele que chamava de filho, tal palavra poderia soar agressiva ou arrogante. Contudo, são amigos, companheiros do mesmo Caminho, se esforçando para verem cumprida, na vida um do outro, a soberania da vocação de Deus para ambos, buscando atingir, com todas as forças, o mesmo alvo. Que direção é essa? Que alvo é esse? Afinal, onde está a essência de toda vontade de Deus para nós, e de que maneira podemos cumpri-la? Que preguemos a Sua Palavra de todas as formas, por todos os meios e com todas as nossas forças. Que Suas virtudes sejam manifestas através de nós, o Seu povo. Que todos O conheçam e desfrutem de Seu amor e bondade. Que toda a ignorância seja removida dos corações e mentes. Que a luz resplandeça nas trevas. Não temos que ficar nos perguntando sobre o que fazer, ou se devemos fazer. Tampouco, a quem devemos pregar e quando. A única pergunta que ainda nos cabe é como. Deus quer que preguemos, em toda e qualquer situação e a todas as pessoas em todos os lugares. Afinal, como crerão, se não há quem pregue? Os campos estão brancos para a ceifa, só faltam mais trabalhadores. Os corações estão desejosos de conhecer o verdadeiro amor, a criação geme como quem tem dores de parto. Todos à espera de que os filhos de Deus se revelem. Nosso clamor deve ser, para que Deus mande mais trabalhadores com o coração ardendo de desejo por pregar as boas novas aos pobres e perdidos. Suplicar para que sejamos sensíveis aos gemidos das pessoas, a fim de que nossa palavra seja temperada com sal, gerando graça no coração dos que a ouvem. E, que Ele nos instrua, em cada situação e lugar, quanto aos meios mais adequados e eficientes a serem usados; que as portas se abram e os recursos necessários sejam liberados. Na medida em que essa Palavra viva e eficaz, o poder de Deus para salvação de todo o que crê, vai alcançando pessoas de todos os lugares, de todos os povos, de todas as línguas e nações, vai trazendo à luz os filhos de Deus. Até que, depois de um breve período de dores, lágrimas, renúncias, sacrifícios, venha o fim. A destruição de todo domínio, poder e autoridade que subjugam a terra, para que ela seja, enfim, totalmente coberta pela glória de Deus. Portanto, diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos por Sua manifestação e Seu Reino, eu vos exorto solenemente, veementemente, vos conjuro, a que estejam preparados para pregar essa Palavra, a tempo e fora de tempo. De todo o coração, vos conclamo a que retomemos o ardor e a paixão da nossa pregação. Que cada um de nós cumpra, e bem, a obra de um evangelista, na firme convicção de que essa é a vocação que se impõe sobre nós.

Maranatha, ora vem Senhor Jesus!

Paulo Jr. – Conselho

Oração do mês de Fevereiro

Oração mês Fevereiro

Aconteceu no último domingo 14/2, às 6h a Oração da Manhã, na CTPF; onde Deus nos trouxe sua palavra, contida em Marcos 3:13-14, através do Pr Jocimar, para nossa reflexão nesse mês:

“Jesus subiu um monte, chamou os que Ele quis, e eles foram para perto Dele. Então escolheu doze homens para estarem com Ele e serem enviados para anunciar o evangelho. A esses doze Ele chamou de apóstolos.”

O Senhor assim chamou a muitos, porém escolheu a poucos para estarem com Ele; o que isso remete que não fomos nós que escolhemos a Jesus, mas sim Ele, o próprio Deus! Muitas vezes não temos essa percepção de entender e aceitar que Ele nos separou, privilégio não é mesmo?!

A sua excelente obra Ele fará a todos que se disporem a Ele, mas no meio de muitos Deus designou a alguns, o ide!

Sempre haverá multidão perto do Senhor, mas queira estar com Ele, ser íntimo Dele, andar com Ele! As demais situações como pregar, expulsar demônios, ser abençoado serão consequências secundárias.

A minha obediência e meu amor pelo Senhor gera intimidade com Ele!

Ninguém pode ser íntimo de uma pessoa sem a conhecer!

Temos uma batalha diária contra nós mesmos; o adversário já é um inimigo vencido! Aleluia!

O que nos faz andar longe do Senhor, somos nós mesmos, nossa fraqueza, nosso orgulho, nossa falsa razão, nossa ansiedade, nossa precipitação….

Ir ao encontro de Jesus é nossa grande vitória! Andemos com Ele!

Ótimo mês! Deus é conosco!!!

Luciene Helena

Campanha ¨Permitindo Ser Transformado¨

Qual o segredo de uma vida Transformada?

 

- Eu desejava ser feliz. Queria ser a pessoa mais feliz do mundo. Eu também desejava ter significado na vida. Estava procurando respostas para perguntas como:

  • “Quem sou eu?”
  • “Por que estou aqui no mundo?”
  • “Pra onde eu vou?”

Mais do que isso, eu também desejava ser livre. Queria ser a pessoa mais livre do mundo. Liberdade pra mim não era simplesmente fazer aquilo que quero fazer — qualquer um pode fazer isso. Para mim, liberdade significava ter o poder de fazer aquilo que você sabe que deve fazer. A maioria das pessoas sabe o que deve fazer, mas não tem o poder para fazer. Então eu comecei a buscar respostas.

Onde se pode encontrar mudanças positivas?

Porque sou Dizimista?

Por que sou dizimista?

1. O dízimo é santo (Lv 27.30-32).

2. Quero ser participante das bênçãos de Deus (Ml 3.10-11).

3. Amo a obra de Deus na face da terra (Ml 3.10).

4. Não quero ser amaldiçoado (Ml 3.9).

5. Deus é dono de tudo (Sl 24.1).

6. Eu mesmo irei gozá-lo na casa de Deus (Dt 14.23).

7. Mais bem-aventurado é dar do que receber (At 20.35).

8. Deus ama a quem dá com alegria (2Co 9.7).

9. Tudo vem das mãos de Deus (1Cr 29.14).

10. Não sou avarento (1Tm 6.10).

11. Meu rico tesouro está nos céus (Mt 6.10).

12. Tudo o que peço a Deus, recebo (Mt 7.7-9).

13. Obedeço a Deus (At 5.29).

14. A bênção de Deus enriquece (Pv 10.22).

15. Para cada lei, Deus promete uma recompensa (Sl 19.7-11).

16. Receberei de Deus a mesma medida (Lc 6.38).

17. Os pensamentos de Deus são mais altos (Is 55.9).

18. Deus me escolheu e me nomeou (Jo 15.16).

19. Deus diz: ”fazei prova de mim” (Ml 3.10).

20. Minha descendência não irá mendigar o pão (Sl 37.25).

21. O meu salário não será posto em saco furado (Ag 1.6).

22. É minha responsabilidade sustentar a igreja (Ml 3.10).

23. Quero ter a consciência tranquila (1Tm 1.19).

24. Tudo que o homem semear isto também ceifará (Gl 6.7).

25. Deus suprirá todas as minhas necessidades (Fp 4.19).

Nunca julgue alguém…

Nunca julgue alguém…

Um médico entrou no hospital com pressa depois de ser chamado… é uma cirurgia de urgência. Ele respondeu à chamada o mais rápido possível, trocou de roupa e foi direto para centro cirúrgico.

Ele encontrou o pai do menino indo e vindo na sala de espera do médico. Depois de vê-lo, o pai gritou:

“Por que você levou todo esse tempo para vir? Você não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem senso de responsabilidade?”.

O médico sorriu e disse:

“Lamento, eu não estava no hospital e eu vim o mais rápido que pude depois de receber a ligação… E agora, eu gostaria que você se acalmasse para que eu possa fazer meu trabalho”.

“Acalmasse? Se fosse seu filho que estivesse nesta sala agora, iria se acalmar? Se o seu próprio filho morresse agora o que você iria fazer?”, Disse o pai com raiva.

O médico sorriu novamente e respondeu: Eu vou dizer o que disse Jó na Bíblia Sagrada: Do pó viemos e ao pó voltaremos. Bendito seja o nome de Deus. Os médicos não podem prolongar a vida. Vá e interceda por seu filho, vamos fazer o nosso melhor pela graça de Deus”.

Dar conselhos é fácil, murmurou o pai.

A cirurgia levou algumas horas e depois que o médico saiu feliz, Graças a Deus! Seu filho está salvo!”

E sem esperar a resposta do pai o medico saiu correndo. “Se você tem alguma dúvida, pergunte a enfermeira! Disse o medico.”

“Por que ele é tão arrogante? Ele não podia esperar alguns minutos para que eu pudesse perguntar sobre o estado do meu filho”, comentou o pai ao ver os enfermeiros minutos depois que o médico saiu.

A enfermeira respondeu, com lágrimas descendo seu rosto: “Seu filho morreu ontem num acidente de viação, ele estava no enterro, quando o hospital o chamou para a cirurgia de seu filho. E agora que ele salvou a vida de seu filho, ele saiu correndo para terminar o enterro de seu filho.”

Nunca julgue ninguém, porque você nunca sabe como sua vida é e ao que está acontecendo ou o que eles estão passando.

Novo Endereço da CTPF

Novo Endereço

Assim Deus mais uma vez nos surpreende. Acabamos a comemoração de DEZ ANOS CTPF, e agora nos presenteou um novo lugar. Uma nova casa. Realizamos o nosso  último culto na rua Libra 173 e só tenho que agradecer, pois aprendemos muito, obtivemos muitas vitórias, experiências maravilhosas, lutas também, mas que nos fortaleceram demais. UMA NOVA CASA, um novo tempo mas com a mesma essência de alcançar pessoas para o reino. Por isso a partir do dia 22.08 iniciamos nossas atividades começando com o #CULTO LPE as 20:00Hs e no Domingo as 18:30Hs #CULTO NORMAL na ALAMEDA TOCANTINS 882. Passe ou compartilhe para as pessoas e vamos continuar a fazer a vontade de Deus servindo de instrumentos na (COMUNIDADE TRANSFORMADOS PELA FÉ). Obrigado meu Deus por entregar tudo isto em nossas mãos.

TENHAM UMA SEMANA DE BÊNÇÃOS!

Pr. Paulo Sergio

Atributos de um Intercessor

OS ATRIBUTOS DE UM INTERCESSOR

1. Um intercessor é alguém que sente o fardo dos outros sobre si. NE.1.4
A. Um egoísta jamais pode ser intercessor

2.Um intercessor é alguém que reconhece a soberania de Deus sobre si.
A. Reconhecer e orar por o que Ele é NE 1.5

3. Um intercessor é alguém que se firma na fidelidade de Deus. NE 1.5

4. Um intercessor é alguém que importuna a Deus com suas súplicas. Ne1.6

5. Um intercessor é alguém que reconhece e confessa os seus pecados, pelos pecados, do povo.

6. Um intercessor é alguém que se estriba nas promessas das palavras de Deus. NE. 1.8

7. Um intercessor é alguém que associa devoção e ação, Ora e age.

Quando o homem trabalha ,  é o homem que trabalha, mas quando o homem ora e Deus quem trabalha.

Pra Merly

Resumo da Festa!

Resumo dos Palestrantes

Paz Amados(as) Assim foi entregue a palavra pelo Pr. Romário Garcia: Abraão pega seu filho Isaque para entregar como oferta de sacrifício. Assim temos que ser uma OFERTA nas mãos do Senhor.

1- Como oferta temos que estar no altar

2- A oferta questiona mas o altar estabelece o milagre. Mas tome cuidado quando começarem os questionamento é porque estou longe do altar.

3- A igreja não precisa de mídia e sim de unção.

4- Oferta nunca se separa do altar.

5- Queira estar aonde Deus mandou vc estar.

6- Deus não dá poder a quem ele não confia.

7- A oferta que fala em nome de Jesus tem resposta.

OFERTA – OUVI, OBEDECE, ESPERA, ADORA E ENTREGA SEU MELHOR.

Resumindo: SOMOS COMO ISAQUE, mas temos de ter a sabedoria de ABRAÃO. DEUS PROVERÁ.

 

Seja Luz, A CADA DIA, TODOS OS DIAS, ATÉ O ÚLTIMO DIA.

Jesus a luz do Mundo

Imagine o mundo sem luz. Não haveria plantas ou seres vivos por que todos dependem da luz. Mesmo que houvesse algo não veríamos nada. Num mundo dominado pela tecnologia, imagine também se faltasse energia elétrica por uma semana. Creio que os alimentos perecíveis estragariam. Os criminosos se aproveitariam da situação de despreparo e insegurança. Seria um caos.

Isso nos leva a concluir que somos dependentes da luz. Sem luz não sabemos viver. Por isso Jesus disse que devemos ser luz e que ela deve estar em evidência em nossas vidas e não as trevas. Devemos ter luz dentro de nossas vidas e essa luz provém dele mesmo. Somos como a luz que não tem luz própria, mas apenas reflete a luz do sol. Precisamos ser como o girassol que segue a luz para onde ela vai.

Como viver na luz?

Vamos aprender algumas características da luz de Deus:

1- A LUZ é boa: Gênesis 1.3,4

A primeira coisa que Deus disse sobre a luz é que ela é boa. De fato para criar luz é preciso de energia ou combustível. Deus é a força criadora de luz em nossas vidas. Quando sua luz em sobre nós tudo fica bom.

Mas por ser boa, foi preciso separar a luz das trevas. Isso nos ensina sobre a necessidade de santificação. Precisamos sair de tudo que é trevas e procurar andar na luz.

Quem faz a luz é Deus e quem separa também. Se você precisa de uma luz em sua vida ou também quer se separar do mundo peça ao Senhor que te ilumine.

2- A LUZ é forte: João 1.5

A força da luz pode cegar os olhos. Quem suporta olhar para o sol? É impossível sem ajuda de algum aparelho ou redutor de luz. O calor da luz queima.

Isso nos ensina que a força que precisamos em nossa vida provém da luz de Deus. Além de ser separada das travas, a luz não precisa fugir da escuridão. Aonde a luz chega as trevas vão embora.

Em nosso viver a luz de Jesus chegou e todo mal tem que sair por que a luz prevalece sobre as trevas.

 

3- A LUZ é rápida: João 8.12

Jesus disse que Ele é a luz do mundo. Como então também disse que nós somos a luz do mundo? Jesus é a luz original e nós temos luz se Ele estiver em nós.

A luz é a coisa mais rápida que existe. Quando tem um trovão, a luz vem primeiro e depois o barulho. Isso por que a luz é mais rápida que o som. Então será assim a volta de Jesus, mais rápido que um piscar de olhos (I Coríntios 15.52). A obra de Deus em nossa vida é urgente como a rapidez da luz. Deixe esta luz entrar em sua vida e verá tantas coisas que lutava por tanto tempo acontecerem ao entrar a luz em sua vida.

 

-CONCLUSÃO:

Jesus nos manda mostrar a nossa luz. Ela não pode estar escondida. Precisamos deixar brilhar em nossos corações como Moisés quando descia do monte e seu rosto brilhava por que teve um encontro com Deus (Êxodo 34.29).

Deixe a luz de Deus entrar em sua vida e em seu lar para iluminar totalmente por que a Luz de Deus é boa, forte e rápida.

Devemos ser LUZ, A CADA DIA, TODOS OS DIAS ATÉ O ÚLTIMO DIA

Obreiro, Esdras

3 PONTOS IMPORTANTE NA VIDA DO OBREIRO ( ESDRAS 7.10 )

ESDRAS SE DEDICOU AO ESTUDO DAS ESCRITURAS

O VENTO ESTÁ PRESTES A SE REVERTER.

NÃO PODEMOS NOS APARTAR DAS ESCRITURAS (JOSUÉ 1.8)

TEMOS QUE EXAMINAR AS ESCRITURAS (JOÃO 5.39)

PERSISTIR EM LER AS ESCRITURAS (1TM 4.13)

QUANTO AMO A TUA LEI (SALMO 119.97)

TER PRAZER NAS ESCRITURAS (SALMO 1.2)

BEM AVENTURADO O QUE LE (AP 1.3)

 

ESDRAS SE DISPÔS EM OBEDECER AS ESCRITURA

ESFORÇAI VOS PARA GUARDAR EM CUMPRIR (JOSUÉ 23.6)

AQUELE QUE PRATICA E SEMELHANTE (MT. 7.24)

RETER FIRME A PALAVRA (TITO 1.9)

 

ESDRAS ENSINOU A PALAVRA

PAULO; VISTE EM MIM ISTO FAZEI (FL. 4.9)

O OBREIRO TEM QUE SER EXEMPLO DO REBANHO (1 PEDRO 5.3)

NO TRATO; ( TIAGO 5.12 ) NA DOUTRINA (1TM. 4.16)

NO FALAR ( TITO 2.8 ) NAS BOAS OBRAS (TITO 2.7)

NO COMPORTAMENTO (3 REIS 4.9)

O NOSSO MINISTÉRIO NÃO SER CENSURADO (2COR. 6.3)